O Salmo 133 tem importantes revelações de Deus para nós, como irmãos em Cristo Jesus. Ele nos ensina o amor philleo. Que significado tem o Monte Hermom para nós neste salmo?

Psalm 133 has important revelations from God to us, as brothers in Christ Jesus. He teaches us Philia love. What significance does Mount Hermon have for us in this psalm?


Salmo 133 – estudo bíblico




“Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes. É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o Senhor a sua bênção e a vida para sempre” (Sl 133: 1-3).

O Hermom significa: montanha sagrada, santuário (hebraico, hermôn) e é o pico sul na Cordilheira das montanhas do Anti-Líbano com dois mil e oitocentos e quatorze metros de altitude, provavelmente o mais alto deles. O Anti-Líbano é uma cordilheira que se estende de sudeste a nordeste do Líbano com cerca de 150 km de comprimento, sendo a cadeia do leste e paralela ao maciço do monte Líbano que está a oeste, voltado para o Mar Mediterrâneo. Abrange Líbano, Israel e Síria. A neve quase nunca desaparece do seu cume durante o ano inteiro, causando orvalhos abundantes em tremendo contraste com a terra seca da região, enquanto que o degelo é uma das principais fontes alimentadoras do Rio Jordão. Muito provavelmente foi no Mte. Hermom onde ocorreu o episódio da transfiguração de Jesus, próximo a Cesaréia de Filipe. O Hermom é também chamado de Senir (Senir, cota de malha) pelos amorreus e, pelos assírios, Saniru (Dt 3: 9). É também chamado em Dt 4: 48 de Siom (elevado ou montanha sagrada) e de Siriom (couraça), pelos sidônios.

Explicando um pouco o Salmo 133, em primeiro lugar o salmista expressou a alegria do Senhor ao ver a união entre os irmãos. Ele compara essa unção de união ao óleo precioso com que eram ungidos os sacerdotes, que escorria da cabeça para todo o corpo, simbolizando a proteção derramada por Deus sobre eles. Essa unção de união e amor fraterno também é comparada à água que escorre do Monte Hermom após o degelo e enche o Rio Jordão, conseqüentemente, todo Israel, mantendo a vida onde as regiões são desérticas. Como vimos, Hermom significa: montanha sagrada, santuário. Portanto, a união que vem do coração de Deus para Seus filhos é algo sagrado e que deve permanecer fluindo como águas que matam a sede dos que são carentes. É lá do alto do Hermom, do santuário, do sagrado, que fluem as águas vivas para nutrir nossa terra. Quando o líder de uma comunidade (“Arão”) manifesta em si mesmo o amor fraterno, todos os demais membros que estão em submissão a ele também serão abençoados por esse amor e aprenderão, igualmente, a desenvolvê-lo. Quando o amor Philleo (amor fraterno, em grego) é pleno dentro da Igreja, a bênção divina é plena. Nós poderíamos dizer que a comunicação entre as pessoas no nível emocional flui como algo líquido, maleável, que dessedenta e libera a vida de cada um das barreiras do preconceito, da timidez, do julgamento, da culpa, da vergonha etc. Quando esse tipo de comunicação está impedido por alguma causa, sentimos o peso da rigidez, da frieza e da dureza dos corações. A vida de Jesus não pode se manifestar num lugar desses. Por isso, é importante termos dentro de nós a disposição de amar os irmãos para que essas barreiras caiam dentro do Corpo de Cristo e o avivamento do Espírito possa agir. Devemos nos lembrar das palavras de Jesus quando disse que nós somos o sal da terra e se esse sal perder o sabor, para nada aproveita. O sal simboliza aliança (Lv 2: 13; Nm 18: 19), fidelidade das promessas de Deus, natureza não perecível do pacto, o amor imutável de Deus, sinal de purificação e santidade. Se colocarmos um pouco de sal sobre uma pedra de gelo, ela começa a derreter. Assim deve ser conosco; como sal da terra nós devemos derramar nossa unção de amor aonde formos, porque o seu calor vai derreter o gelo da frieza dos corações daqueles que não conhecem ainda essa força dada por Deus. O amor fraterno sadio propicia o desenvolvimento do amor de Deus, o Ágape, em nossos corações. Abaixo, o Monte Hermom e a visão por satélite do Anti-Líbano.


Anti-Líbano Mt.Hermon
O Monte Hermom na Cordilheira do Anti-Líbano

Este texto se encontra no livro:


livro evangélico: As três faces do amor

As três faces do amor (PDF)

The three faces of love (PDF)


Autora: Pastora Tânia Cristina Giachetti

▲ Início  

BRADESCO PIX: relacionamentosearaagape@gmail.com

E-mail: relacionamentosearaagape@gmail.com