Ap 5: 1-14 faz parte da 2ª seção paralela (Cap. 4-7) e relata as visões de João do Cordeiro e do livro com sete selos, que só o Leão da tribo de Judá pode abrir. Os 4 seres viventes e os 24 anciãos têm uma harpa e taças de ouro, cheias de incenso, que são as orações dos santos, e entoam um cântico.


O livro de Apocalipse – capítulo 5




Segunda seção – Capítulos 4 –7

Nessa 2ª seção do livro de Apocalipse, João relata as visões do trono de Deus, dos quatro seres viventes e dos vinte e quatro anciãos, a visão do livro selado com sete selos e a do Cordeiro (Ap 4: 1-11 – Ap 5: 1-14), a visão dos glorificados e dos cento e quarenta e quatro mil selados de Israel (Ap 7: 1-17), após as quais lemos acerca dos sete selos (Ap 6: 1-17; Ap 8: 1). Entre o sexto e o sétimo selo há um espaço de tempo, um período de preparação e prelúdio (Ap 7: 1-17 – Ap 8: 1) para as sete trombetas e uma visão se segue a cada uma delas (Ap 8: 2-13 – Ap 9: 1-21; Ap 11: 15-19).

Selos significam: problemas, sofrimento, perseguição, representam o mundo perseguindo a igreja.

O sétimo selo, composto pelos julgamentos prefigurados nas sete trombetas há de ser o mais importante; em outras palavras: as trombetas podem ser vistas como subdivisões do sétimo selo. Mas, antes das trombetas começarem a tocar há um período de silêncio no céu (Ap 8: 1) de meia hora. Não apenas a multidão e os anjos ficam em silêncio, mas Deus também espera para ouvir o clamor do Seu povo (o incensário atirado à terra – Ap 8: 3-5). Há silêncio e súplicas em expectativa ao juízo de Deus ao mundo que perseguiu a igreja. Os céus estão atônitos e em silêncio por causa da gravidade e solenidade.

Capítulo 5

Agora, a bíblia relata as visões de João do Cordeiro e do livro com sete selos, que só o Leão da tribo de Judá pode abrir. Os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos têm uma harpa e taças de ouro, cheias de incenso, que são as orações dos santos, e entoam um cântico.

• Ap 5: 1: “Vi, na mão direita daquele que estava sentado no trono, um livro escrito por dentro e por fora, de todo selado com sete selos”.

Então, João vê o rolo, escrito por dentro e por fora com os sete selos. Há uma semelhança com o que está escrito em Ez 2: 9-10: “Então, vi, e eis que certa mão se estendia para mim, e nela se achava o rolo de um livro. Estendeu-o diante de mim, e estava escrito por dentro e por fora; nele, estavam escritas lamentações, suspiros e ais”.

Selo representa aquilo que é possuído com segurança, algo que está completo, sinal de autoridade e autenticidade dos escritos; as verdades de Deus a serem reveladas aos homens. Nessa visão de João, os selos representam os decretos de Deus que já tinham sido emitidos, o que já estava determinado para a humanidade, em especial para a igreja (sete é o número perfeito, o número de Deus), ou seja, as provas que seriam enfrentadas por ela, os problemas, o sofrimento, a perseguição do mundo, mas a garantia da vitória da palavra de Deus sobre qualquer oposição que os cristãos viessem a sofrer.

Nesta parte do livro, os selos representam o mundo perseguindo a igreja.


O livro com os sete selos


• Ap 5: 2-5: “Vi, também, um anjo forte, que proclamava em grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de lhe desatar os selos? Ora, nem no céu, nem sobre a terra, nem debaixo da terra, ninguém podia abrir o livro, nem mesmo olhar para ele; e eu chorava muito, porque ninguém foi achado digno de abrir o livro, nem mesmo de olhar para ele. Todavia, um dos anciãos me disse: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos”.

João viu que ninguém era capaz de desatar os selos, nem no céu, nem na terra nem debaixo da terra. Seu sofrimento foi aliviado quando um dos anciãos lhe disse que o leão de Judá, a Raiz de Davi, o Cordeiro de Deus, Jesus, venceu para abrir o livro e os sete selos.

• Ap 5: 6-10: “Então, vi, no meio do trono e dos quatro seres viventes e entre os anciãos, de pé, um Cordeiro como tendo sido morto. Ele tinha sete chifres, bem como sete olhos, que são os sete Espíritos de Deus enviados por toda a terra. Veio, pois, e tomou o livro da mão direita daquele que estava sentado no trono; e, quando tomou o livro, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um deles uma harpa e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos, e entoavam novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro e de abrir-lhe os selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste para Deus os que procedem de toda tribo, língua, povo e nação e para o nosso Deus os constituíste reino e sacerdotes; e reinarão sobre a terra”.


O Cordeiro – Ap 5: 6


Aqui Jesus se apresenta a João não como um leão, mas como um cordeiro que havia sido morto. E a bíblia diz: “Ele tinha sete chifres, bem como sete olhos, que são os sete Espíritos de Deus enviados por toda a terra”. Os sete olhos são os sete Espíritos de Deus enviados por toda a terra. Em resumo, o Espírito de Deus vê tudo, conhece tudo e Sua sabedoria governa toda a terra e toda a criação de Deus (cf. Zc 4: 10b: “Aqueles sete olhos são os olhos do Senhor, que percorrem toda a terra”).

E quando o Cordeiro toma o livro, os quatro seres viventes e os anciãos se prostram, tendo nas mãos taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos (Ap 5: 8; Ap 8: 3). Eles louvam ao Senhor por ter vencido e os resgatado com Seu sangue para constituí-los sacerdotes e para reinarem sobre a terra.

Os santos oram a Deus e Ele ouve; suas orações sobem como incenso até Ele, como se queimava o incenso no Tabernáculo ou no Templo, no altar de ouro diante da arca da Aliança.

• Ap 5: 11-12: “Vi e ouvi uma voz de muitos anjos ao redor do trono, dos seres viventes e dos anciãos, cujo número era de milhões de milhões e milhares de milhares, proclamando em grande voz: Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor”.

João também vê anjos ao redor do trono, milhões de milhões e milhares de milhares, proclamando a honra, a glória e o louvor do Cordeiro de Deus.

• Ap 5: 13-14: “Então, ouvi que toda criatura que há no céu e sobre a terra, debaixo da terra e sobre o mar, e tudo o que neles há, estava dizendo: Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos. E os quatro seres viventes respondiam: Amém! Também os anciãos prostraram-se e adoraram”.

Todas as criaturas no céu, no mar, na terra e debaixo da terra também louvam o Senhor, todo o Universo. Tudo isso mostra que Deus tem a História na mão; Ele não perde o controle.

— O que ocorria historicamente naquele momento?

Pedro e Paulo já haviam morrido; há mais de 30 anos Nero incendiara Roma e começara a perseguição aos cristãos. Os apóstolos já haviam sido martirizados e apenas João estava vivo na ilha de Patmos. A igreja estava impotente e padecendo nas mãos dos poderosos. E Deus, então, revela para João os selos, mostrando que Deus está no trono, venceu para abrir o livro e desatar os selos. Nesta parte do livro, os selos representam as provas que seriam enfrentadas pela igreja, os problemas, o sofrimento, a perseguição do mundo, mas a garantia da vitória da palavra de Deus sobre qualquer oposição que os cristãos viessem a sofrer.

Os sete selos compreendem da ascensão de Cristo à Sua segunda vinda. Quem abre os selos não é o diabo, e sim Jesus. Portanto, à medida que os cavalos vão entrando na História, os eventos do juízo estão totalmente debaixo do controle de Jesus Cristo. Tudo serve aos Seus propósitos.

Isso continua a significar o mesmo para nós hoje: os Seus filhos são perseguidos na terra de uma forma ou de outra por fazerem a Sua obra, porém, as suas orações sobem ao trono e Ele as ouve, envia Seu socorro e Sua força para que eles consigam suportar as provas, como Jesus suportou a Sua. Ele disse: “Estas coisas [sobre o Seu sofrimento e ressurreição] vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo” (Jo 16: 33).

Autora: Pastora Tânia Cristina Giachetti

Fontes de pesquisa:
• O Novo Dicionário da Bíblia – J. D. Douglas – edições vida nova, 2ª edição 1995.
• Rev. Hernandes Dias Lopes – Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória (‘Estudo em Apocalipse’ – pregações online).
• Wikipedia.org
• Fonte para a maioria das imagens: wikipedia.org; Filme: ‘O Apocalipse’ (‘The Apocalypse’) – Coleção: A Bíblia Sagrada.

Este texto se encontra no livro:


O livro de Apocalipse – livro evangélico

O livro de Apocalipse

▲ Início  

Dízimos e ofertas: BRADESCO PIX: relacionamentosearaagape@gmail.com

OBJETIVO DO MINISTÉRIO

Comentários: relacionamentosearaagape@gmail.com