Ap 10: 1-11 faz parte da 3ª seção de Apocalipse (Cap. 8–11) e é um espaço de tempo entre a 6ª e a 7ª trombetas. João vê um anjo (Jesus) que põe o pé direito sobre o mar e o pé esquerdo sobre a terra, descreve os sete trovões e o livrinho que lhe é dado para que ele coma.


O livro de Apocalipse – capítulo 10




Terceira seção – Capítulos 8 –11

Nessa 3ª seção do livro de Apocalipse, estamos tratando das sete trombetas. No capítulo 8 e 9 falamos das seis primeiras. Entre a sexta e a sétima trombetas há um espaço de tempo (Ap 10: 1-11 – Ap 11: 14).

Enquanto os selos falam do mundo perseguindo a igreja, as trombetas falam do juízo parcial de Deus ao mundo que persegue a igreja, quando então o juízo divino é temperado com a misericórdia, i.e., ainda dá chance ao homem de se arrepender: 1/3 da terra e da vegetação, do mar, dos rios e das fontes de água e dos astros. Em Ap 9: 1-21 João descreveu a 5ª e a 6ª trombetas: demônios que atormentam e matam os homens que não têm o selo de Deus sobre a fronte. A sétima e última trombeta é descrita em Ap 11: 15-19.

Nessa sessão das trombetas a mão de Deus age na História pela oração da igreja. As trombetas não são sucessivas dos selos, mas paralelas aos selos. Isso quer dizer que, embora o mundo persiga a igreja, ela ora e Deus envia o Seu juízo sobre os ímpios, traz o Seu alerta ao pecador. Aqui há um paralelismo com as pragas do Egito, pois eles também oravam e Deus desceu para exercer juízo. Todos os esses sinais se intensificarão nos tempos do fim.

Nessa 3ª sessão do livro, além das trombetas há também menção aos anjos e aos sete trovões, João e o livrinho (Ap 10: 1-11) e a medição do santuário de Deus e as duas testemunhas mártires (Ap 11: 1-14), que são um prelúdio da sétima trombeta (Ap 11: 15-19), “a trombeta de Deus” mencionada por Paulo em 1 Ts 4: 16. As duas testemunhas mártires representam a própria Igreja de Cristo (composta por judeus e gentios) testemunhando durante a História, proclamando o evangelho e só no tempo do fim o Senhor permitirá que o Anticristo se levante. É a representação do povo de Deus que prega e profetiza a palavra durante o período entre a 1ª e a 2ª vinda de Jesus.

Capítulo 10

• Ap 10: 1: “Vi outro anjo forte descendo do céu, envolto em nuvem, com o arco-íris por cima de sua cabeça; o rosto era como o sol, e as pernas, como colunas de fogo; ...”.

João vê um anjo forte. Pela descrição, trata-se do próprio Jesus. Ele está envolto em nuvem (cf. Ap 1: 7), um símbolo pertinente ao próprio Deus, pois foi assim que Ele se mostrou no monte Sinai e no deserto. Jesus na Sua transfiguração (Mt 17: 5; Mc 9: 7; Lc 9: 34-35) e ascensão (At 1: 9) foi envolto por uma nuvem. A nuvem não apenas representa a glória de Deus, onde o Espírito Santo está implícito, mas é também um símbolo físico da essência divina que está parcialmente encoberta ao homem.

Seguindo a descrição do anjo, João fala sobre um arco-íris por cima da Sua cabeça, da mesma forma como o Senhor está descrito cap. 4 (sentado no trono). E o arco-íris sobre o trono é símbolo de misericórdia, não somente um trono de juízo. É também o símbolo da aliança de Deus com o homem, feita através de Noé.

Seu rosto é como sol, da mesma maneira que Jesus glorificado foi visto por ele (Ap 1: 16). As pernas do anjo eram como colunas de fogo, semelhante ao cap. 1 (Ap 1: 15), porque onde ele pisa, ele refina; revela a glória e a santidade do próprio Deus.


Ap 10:1


• Ap 10: 2: “e tinha na mão um livrinho aberto. Pôs o pé direito sobre o mar e o esquerdo, sobre a terra”.

Tem na mão um livro aberto, tal como o rolo com os sete selos (cap. 5). Mas este livrinho não se trata do rolo, que revela os destinos da igreja na mão de Jesus; este livrinho é apenas uma particularidade, porque revela o que tem nesse prelúdio; outros interpretam esse livro como a própria palavra de Deus, a profecia, porque quando João come, ele profetiza. Ezequiel também comeu o livro (Ez 2: 8-9) que continha os desígnios de Deus para a humanidade nos tempos do fim.

O anjo tem o pé direito sobre o mar o esquerdo sobre a terra. E isso representa que ele está reivindicando propriedade sobre o mundo inteiro (v. 6: “e jurou por aquele que vive pelos séculos dos séculos, o mesmo que criou o céu, a terra, o mar e tudo quanto neles existe: Já não haverá demora”), o que fala mais uma vez a favor de que o anjo é Jesus. Aqui Deus reivindica Sua soberania sobre o universo inteiro.


Ap 10:2


• Ap 10: 3-4: “e bradou em grande voz, como ruge um leão, e, quando bradou, desferiram os sete trovões as suas próprias vozes. Logo que falaram os sete trovões, eu ia escrever, mas ouvi uma voz do céu, dizendo: Guarda em segredo as coisas que os sete trovões falaram e não as escreva”.

‘Voz de leão’ – O leão impõe temor sobre as outras criaturas, assim como a voz daquele que chama ao trono do juízo e do julgamento.
Os sete trovões falaram, mas João recebeu ordem para não escrever.
O que são os sete trovões e por que não escrever?
Porque eles representam o juízo de Deus sobre a terra e sobre os ímpios, mas o Senhor não quis revelar. João sabe apenas que não haverá demora nos propósitos de Deus; Ele está respondendo à oração dos santos.

• Ap 10: 5-6: “Então, o anjo que vi em pé sobre o mar e sobre a terra levantou a mão direita para o céu e jurou por aquele que vive pelos séculos dos séculos, o mesmo que criou o céu, a terra, o mar e tudo quanto neles existe: Já não haverá demora,...”.

O Anjo faz um juramento: já não haverá mais demora. As seis trombetas já tinham vindo. Por que, então, a demora? Porque Deus, na Sua benignidade e tolerância, quer que todos se arrependam e cheguem ao conhecimento da verdade (2 Pe 3: 8-9).
“Já não haverá demora” significa que o cálice da ira de Deus se esgotou. A Sua cólera vai ser derramada sobre a humanidade. Não há mais tempo para arrependimento. Pelo endurecimento do seu coração, o homem não se arrepende apesar da dor e dos castigos (Ap 9: 20), por isso o interlúdio nessa parte.

• Ap 10: 7: “mas, nos dias da voz do sétimo anjo, quando ele estiver para tocar a trombeta, cumprir-se-á, então, o mistério de Deus, segundo ele anunciou aos seus servos, os profetas”.
“O mistério de Deus” tem a ver com o mal do mundo. Nos dias da voz do sétimo anjo, a 7ª trombeta vai iniciar os sete flagelos, o momento mais desesperador que levará ao julgamento final.

• Ap 10: 8-10: “A voz que ouvi, vinda do céu, estava de novo falando comigo e dizendo: Vai e toma o livro que se acha aberto na mão do anjo em pé sobre o mar e sobre a terra. Fui, pois, ao anjo, dizendo-lhe que me desse o livrinho. Ele, então, me falou: Toma-o e devora-o; certamente, ele será amargo ao teu estômago, mas, na tua boca, doce como mel. Tomei o livrinho da mão do anjo e o devorei, e, na minha boca, era doce como mel; quando, porém, o comi, o meu estômago ficou amargo”.

João recebe a ordem para comer o livro. Significa a ordem para pregar a palavra de Deus, mas ele precisa absorvê-la, digeri-la, internalizá-la, torná-la uma palavra viva. Isso significa para nós, experimentar a bíblia. O livro era doce ao paladar. Isso tem um paralelo interessante com a cultura judaica: quando uma criança começava a aprender ler, o mestre pegava uma tabuleta e a cobria com farinha e mel e desenhava as letras naquele mel. Quando a criança conseguia decorar o alfabeto desenhando sobre o mel na tabuleta, seu mestre dava a ela a ordem para comer as letras, simbolizando que as letras eram doces ao paladar.

Mas no seu estômago, o livro se tornou amargo, o que quer dizer que a palavra de Deus tem implicações que geram amargura, sofrimento e dor para os que a rejeitam. Ela não é tão fácil de ‘digerir’.

• Ap 10: 11: “Então, me disseram: É necessário que ainda profetizes a respeito de muitos povos, nações, línguas e reis”.
João recebe agora a ordem de profetizar acerca de muitos povos, nações, línguas e reis.


Autora: Pastora Tânia Cristina Giachetti

Fontes de pesquisa:
• O Novo Dicionário da Bíblia – J. D. Douglas – edições vida nova, 2ª edição 1995.
• Rev. Hernandes Dias Lopes – Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória (‘Estudo em Apocalipse’ – pregações online).
• Wikipedia.org
• Fonte para a maioria das imagens: wikipedia.org; Filme: ‘O Apocalipse’ (‘The Apocalypse’) – Coleção: A Bíblia Sagrada.

Este texto se encontra no livro:


O livro de Apocalipse – livro evangélico

O livro de Apocalipse

▲ Início  

Dízimos e ofertas: BRADESCO PIX: relacionamentosearaagape@gmail.com

OBJETIVO DO MINISTÉRIO

Comentários: relacionamentosearaagape@gmail.com