‘Graça’ significa ‘favor imerecido de Deus, a força amorosa derramada sobre uma pessoa’, uma operação que é efetuada pelo Espírito Santo. ‘Misericórdia’ significa ‘indulgência, compaixão suscitada pela miséria alheia’. São palavras muito próximas, no AT e no NT.


Significado de Graça e Misericórdia




Temos no AT o substantivo ‘chen’, que significa ‘favor’, ‘achar graça’ (Gênesis 6: 8, por exemplo, em relação a Noé: “Porém Noé achou graça diante do Senhor” – venoach mâtsâ' chên be`êynêy yhvh ph), cujo adjetivo é ‘chanun’, da raiz ‘chanan’, uma raiz primitiva que significa: se dobrar ou se inclinar em bondade a um inferior, favorecer, conceder, conseqüentemente, implorar (se mover para favorecer por uma petição), implorar, suplicar, mostrar favor ou se mostrar favorável, lidar, dar, conceder graciosamente, ser misericordioso, compassivo, ter ou mostrar misericórdia de ou sobre alguém, ter piedade, orar, fazer súplica. O substantivo ‘chen’ pode significar ‘graciosidade’ ou ‘beleza’, mas geralmente significa ‘favor’ ou ‘boa vontade’.

A palavra grega usada no NT é ‘charis’, (proveniente de ‘chairein’), e significa ‘um presente, vantagem, regozijar-se, encanto, agrado, liberalidade, generosidade, aceitabilidade, favor ou boa vontade, simpatia, bondade ou benevolência de nosso Senhor, favor demonstrado ou concedido por Deus (que se refere a bênçãos materiais); gratidão; a imerecida operação de Deus no coração do homem’, sendo esta uma operação efetuada mediante o Espírito Santo.

A graça também exprime a misericórdia divina, pela qual o homem é chamado, é salvo, é justificado e habilitado para viver bem e achar isso suficiente para ele (Gl 1: 15; Ef 2: 8; Rm 3: 24; 1 Co 15: 10; 2 Co 12: 9). Em outras palavras, a misericórdia de Deus suscita a liberação do Seu favor (graça).

Em Mt 5: 1-12, Jesus fala sobre as bem-aventuranças:
“Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte, e, como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos; e ele passou a ensiná-los, dizendo: Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus. Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus. Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois, quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós. Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós” (Mt 5: 1-12).

No versículo 7 está escrito: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia”.

Misericórdia significa: indulgência, graça, compaixão suscitada pela miséria alheia. A palavra hebraica é Hesedh ou Chesedh (חסד), que significa misericórdia, benignidade, bondade, graça, benevolência, amabilidade, beleza, favor, boa ação, pena (Gn 21: 23; Gn 24: 12; 14; Gn 24: 49; Êx 20: 6; Êx 34: 6-7; Nm 14: 18; Dt 5: 10; Dt 7: 9; 12; Js 2: 12; 14; Jz 8: 25; Rt 1: 8; 1 Sm 15: 6 etc.), mais raramente (por oposição): reprovação, coisa má, torpeza (Lv 20: 17).

Em grego, o versículo acima (“Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia”) é: makarioi oi eleêmones oti autoi eleêthêsontai

A palavra grega correspondente a Hesedh ou Chesed é eleeo, que significa: compassivo (por palavras ou por obras, especialmente, pela graça divina), ter compaixão (pena), ter (obter, receber, mostrar) misericórdia.

Como foi dito, a misericórdia de Deus suscita a liberação do Seu favor (graça). Assim, ‘graça’ e ‘misericórdia’ são palavras muito próximas, tanto no AT como no NT. Por ser misericordioso, Ele nos favorece, mesmo que nós não mereçamos este favor. Mais uma vez Ele nos surpreende com Sua revelação, pois não é só no NT que está escrito que é pela Sua graça que nós somos salvos (Ef 2: 8-9), mediante a fé, não por obras. No AT isso também está implícito; por exemplo, em Êx 20: 6 e Dt 5: 10 nos Dez Mandamentos, quando Deus diz que Ele faz misericórdia até mil gerações daqueles que o amam e guardam os Seus mandamentos. Isso também está implícito em Gênesis 6: 8, em relação a Noé: “Porém Noé achou graça diante do Senhor”. Por achar graça diante do Senhor e crer Nele é que Noé e sua família foram salvos da destruição que veio com o Dilúvio. Foi pela graça de Deus e não por obras que ele foi salvo. Assim, quem crê no Senhor, não precisa ‘fazer para merecer’ suas bênçãos, pois Ele mesmo, pela Sua graça, capacita a pessoa a realizar Seu projeto e alcançar o livramento (a salvação) em qualquer prova pela qual ela tiver que passar.

Vamos hoje pedir esta misericórdia de Deus sobre as nossas vidas, para que possamos comer sempre à Sua mesa, e agradecer-Lhe por tê-la disponibilizado para nós através do sacrifício do Seu Filho na cruz do Calvário.

Autora: Pastora Tânia Cristina Giachetti


Jesus curou o paralítico

Este texto se encontra no livro:


livro evangélico: O Senhor quer falar com Seu povo

O Senhor quer falar com Seu povo

The Lord wants to talk to His people

▲ Início  

relacionamentosearaagape@gmail.com